tayana passos consultoria de relacionamento e bem-estar

Home | Empresa | Serviços | Mídia | Contato

     

 


Apaziguando conflitos
entre pais e adolescentes

É possível amenizar problemas de convivência entre pais e filhos quando ambos aprendem a compartilhar seus mundos e se colocar no lugar do outro.

A adolescência é a fase de transição para a vida adulta, é o momento em que o jovem deixa de brincar para assumir responsabilidades. Na sociedade contemporânea, esta passagem tem se tornado cada vez mais preocupante, e com desafios diversas.

Alguns adolescentes passam por essa fase sem problemas maiores, costumam apresentar algumas mudanças comportamentais, mas nada muito preocupante, embora os pais necessitem estar alerta com relação ao uso de drogas e do sexo sem proteção.

No entanto, existem adolescentes que aproveitam seu corpo adulto para testar seus pais, não respeitam regras, fazem apenas o que gostam e assim por diante.

A tarefa dos pais não é fácil, eles precisam saber quando é necessário impor limites, e quando dar liberdade para que o adolescente possa amadurecer.

Ser adolescente também não é simples, eles precisam dar conta de estudar o suficiente para passar no vestibular e corresponder as expectativas dos pais ou conseguir se contrapor a elas.

Em situações em que o adolescente apresenta problemas comportamentais, os pais precisam dar um pouco mais de atenção a questão. É importante saber neste momento que apenas a repressão e a proibição não resolvem.

Quando o adolescente é reprimido ele geralmente procura os amigos, estes representam um refugio, uma atmosfera menos estressante, com menos cobranças, no qual ele pode compartilhar o que faz e o que sente sem proibições.  

Um adolescente sem amigos está à deriva, e não encontra este reconhecimento, algo fundamental para a formação da sua identidade. Nos amigos, ele encontra um “novo mundo”, e pode ser a partir dele, que se abrem as portas para conhecer pessoas bacanas e com valores íntegros ou para a delinquência, violência e drogas.

Quando o vínculo com a família é forte, ou seja, o jovem tem liberdade para conversar, negociar e se relacionar, ele não se afasta dela, ele mantem o afeto com a família e com o grupo de amigos. Se a família o desqualifica, o critica, o está “entregando” para que os colegas o acolham, com seus ideais e muitas vezes com as drogas.

O adolescente espera que os seus pais sejam permissivos e legais, e os pais esperam que o seu filho seja responsável e atencioso. Diante das expectativas diferentes, a Consultora de Relacionamento & bem-estar auxilia ambos a resgatarem um bom convívio.

A Consultoria auxilia os pais e os adolescentes na transição da infância para a vida adulta. Em muitas situações, os pais não conhecem mais o seu filho e vice-versa, e a reaproximação de ambos permite o resgate da harmonia em casa, onde ambos tendem a ganhar com a redução dos desentendimentos.

Por Tayana Passos
Consultora de Relacionamento & Bem-Estar

Leia também outros artigos:

Voltar



 
(41) 3232-7097
(41) 9898-2021
tayana passos tayana passos